Rede eTec Brasil

Perfil do profissional

Curso técnico com duração de 2 anos e meio, reconhecido pelo MEC e na modalidade à distância. Curso totalmente gratuito, ideal para jovens e adultos que vivem e trabalham no campo. Aprendizado com conteúdo prático e aplicável.

SAIBA MAIS SOBRE O PROCESSO SELETIVO

Perfil do profissional

O Técnico em Fruticultura formado pelo Senar é um profissional especializado nos processos da cadeia produtiva da fruticultura de acordo com as boas práticas agrícolas, normas técnicas, legislações e necessidades do mercado.

.

Sua atuação não se limita aos processos internos de uma propriedade, podendo trabalhar em escritório, campo, estrada, instalações agrícolas, casa comercial, cooperativas (de crédito e de produção), laboratórios, agroindústria e prestadoras de serviço. Os técnicos atuam em empresas de pequeno, médio e grande porte ou de forma autônoma.

O Técnico em Fruticultura do SENAR cumprirá seu importante papel de agente de transformação, na medida em que atuará como parceiro do produtor rural, por meio do desenvolvimento de atividades dos processos de produção de fruta e implantação do pomar, considerando as etapas da produção e os recursos necessários para manter a qualidade da fruta e do empreendimento. Além disso, contribuirá para a realização do diagnóstico e do planejamento estratégico e operacional da empresa rural.

É um profissional consciente de seu valor e da sua importância para a sociedade brasileira.

ALTA EMPREGABILIDADE PARA OS FORMANDOS

A grande vantagem para quem segue o caminho do curso técnico é chegar mais cedo ao mercado de trabalho. No caso do curso Técnico em Fruticultura, o formando entra num setor em expansão e que produz um forte impacto na economia brasileira, tendo em vista que possuímos uma diversidade de culturas produzidas em diferentes climas e que o Brasil é o 3º maior produtor mundial de frutas.

A Fruticultura é uma atividade de capital importância para o ser humano, tanto no que se refere aos aspectos econômicos e sociais quanto por representar uma importante fonte de nutrientes. O setor emprega 16% da mão de obra agropecuária do Brasil. O mercado, principalmente no meio rural, está totalmente aberto a novos profissionais com conhecimento técnico, um perfil valorizado e que ainda está em falta no país.

O técnico recém-formado poderá realizar funções com considerável grau de autonomia e iniciativa, que podem abranger responsabilidades de controle de qualidade de seu trabalho ou de outros trabalhadores e/ou em coordenação de equipes de trabalho. Requer capacidades profissionais tanto específicas quanto transversais, como sustentabilidade e legislação, além de outras.